As minhas cachadas no Geocaching

Profile for jpngi

domingo, 5 de abril de 2009

A ponte é uma passagem - Apontem uma miragem

Ah! A nostalgia. A nostalgia, nós humanos somos assim, nostálgicos.
Fui descobrir este blogue que nos trás recordações, coisas da nossa adolescência (da qual eu nunca saí, pois continuo a crer que posso mudar o mundo) e da nossa infância.
http://www.geracaoheidi.blogspot.com/
Caros Bloguistas Militantes
Não. Não vou falar de inaugurações.
Vou falar somente de autoestradas.
Não sei porque é que estamos muito preocupados com portagens nas autoestradas e com as SCUT que não pagam portagens.
Sinceramente, não compreendo.
Não compreendo, porque olho para o exemplo Suíço e vejo que este país tem um sistema fantástico no que respeita as autoestradas. Exemplo esse que nós poderíamos adoptar e que até temos tecnologia para isso.
Relembro que a Via Verde é invenção nossa, dos portugueses.
Sabiam que na Suíça não se paga nas Autoestradas e que na Suíça os condutores para andarem nas autoestradas compram um selo, que colam no vidro do carro e com este selo tem "autorização" para andar em todas as Autoestradas durante um ano.
Ou seja quem quer andar nas Autoestradas, na Suiça, compra o selo para depois sem pagar mais nada anda sem paragens nas autoestradas, confesso que não sei quanto custa o dito selo.
Andem 5 km ou 50000 km em autoestrada o preço é o mesmo, pagam aquele selo para poder circular na autoestrada.
O governo embolsa antecipadamente este "imposto", o que benefícia a todos.
Claro está quem for apanhado a andar na Autoestrada e não tiver o selo, apanha uma multa pesada e dissuasora, para além de ser obrigado a comprar o selo.
Ah, também tenho de referir que na Suíça a maioria da população é cumpridora, acresce que as estradas, na Suiça, que não são Autoestradas, estão bem construídas e bem sinalizadas e com bom piso.
Porque é que não adoptamos este sistema e acabamos com as portagens?
Para o Estado era uma grande vantagem, tinha um fluxo de entrada nos cofres do Estado logo no inicio do ano, os condutores não teriam de andar sempre a contar trocados para andar na Autoestrada, acabar-se-iam com as portagens... os únicos que ficavam a perder eram os portageiros, mas estou convencido que existem muitas funções que estes poderiam ser recolocados.
Eu dei o exemplo da Suíça, porque nós somos um país deficitário em termos de receitas, e precisamos delas, e o principio do utilizador pagador, por enquanto para mim ainda é um bom princípio, mas poderia ter dado o exemplo de outros países em que a Autoestrada não se paga.
Já que estamos numa de estradas pergunto-me, porque é que quem mora no Porto não paga portagens para passar qualquer uma das suas pontes (e eu acho que é o principio certo), e em Lisboa, quem more na margem sul tem de pagar para vir a Lisboa?
Isto de ter de se pagar para se vir trabalhar ou simplesmente visitar a capital vindo do sul, não me parece que esteja certo.
Se querem dissuadir os cidadãos de andar de automóvel obrigando-os a pagar portagem, certo, compreendo o princípio, mas tem de ser um princípio universal, se dissuadem os de Lisboa, também tem de dissuadir os do Porto e das outras partes do país.
Como sabem eu defendo transportes públicos gratuitos, por isso até achava bem que essas duas medidas fossem implementadas e são complementares.
Mas, enquanto as medidas não são implementadas, o impasse mantém-se, ou seja quem está na margem sul de Lisboa paga portagens nas pontes que servem a capital, não tendo estes cidadãos nenhuma alternativa para chegar a Lisboa, enquanto que o Porto, também sem alternativas para chegar a Gaia e vice-versa, ninguém paga portagens.
Existe aqui uma clara injustiça e discriminação entre os cidadãos do mesmo país.
Para agravar a situação, foi uma nova ponte foi aprovada, uma terceira travessia do Tejo (terceira travessia de Vila Franca de Xira para jusante, pois para montante existem mais travessias), quanto a mim seria melhor ter sido optado por fazer um túnel.
E Porquê? Cientificamente sustento essa afirmação.
É simples, a comunicação social não divulga, porque só se preocupa com assuntos menores, mas duas grandes pontes que atravessam o Tejo, estão, por mau planeamento, a provocar o assoreamento do rio.
Se virem uma foto aérea na zona envolvente da Ponte Vasco da Gama, esta mostra que existe um recente assoreamento do rio, que se agravou desde que esta última ponte foi construída.
Isto, tem implicações graves e prejudica as populações das zonas ribeirinhas mais baixas. Prejudica porque o açoreamento muda as correntes do rio e é causa de cheias.
Se isto é grave com duas pontes, acrescentem agora uma terceira ponte, não vai passar muito tempo que as populações ribeirinhas vão ter graves problemas de cheias e que não serão só no Inverno...
É por esta razão que eu escolheria o túnel, que não provocaria nada disto e não tínha estes inconvenientes.
Voltando ai assunto das pontes em Lisboa e no Porto...
Caros Bloguistas Militantes
tem de existir uma justiça equitativa a nível nacional, ou todos pagam portagens nas pontes que atravessam ou como diz o outro "ou à moralidade ou comem todos."
Cabe-nos a nós cidadãos, começar a não permitir estas políticas erradas, que à primeira vista não nos prejudicam e só mais tarde vimos sofrer as consequências.
Ribeira- Já Fumega (Tirei a letra toda de "ouvido" de um "clip" do Luís Portugal a cantar ao vivo, por isso contem com imprecisões, e já agora ou procurei mal ou devo ser o único na net com a letra da canção Ribeira)



O Sol bate no goraz
Nas Sardinhas
nos legumes
as laranjas
e as maçãs
enchem o ar de perfumes

[Forte duro inverno]
logo pela manhã vem
o aconchego terno
num velho xaile de lã

A Ponte é uma passagem
A Ponte é uma passagem
Para a outra margem
Desafio
Pairando sobre o Rio
A Ponte é uma miragem

As [casquinhas] depuradas
do tio Chico burguês
comem-se boas dobradas
chega-se à embriagues

Há um navio fantasma
na voz de uma peixeira
de um velhote com asma
e da própria ribeira

A Ponte é uma passagem
A Ponte é uma passagem
Para a outra margem
Desafio
Pairando sobre o Rio
A Ponte é uma miragem
ELE HÁ CARGAS FANTÁSTICAS NÃO HÁ? A BRIGADA PARA POUPAR DINHEIRO ANDA DE TRANSPORTES PÚBLICOS E DESLOCA-SE POR ESTRADAS SECUNDÁRIAS...

Sem comentários: