Número total de visualizações de página

Acerca de mim

Toda a brigada tem um cabo... todo o cabo pode chegar a Imperador... todo o Imperador pode mudar o destino de uma nação ... todas as nações podem mudar o destino do mundo ou não...

quinta-feira, 21 de março de 2019

A GRANDE CANÇÃO DA INDIFERENÇA ...Há que pensar positivo.

O Planeta Terra é um Planeta Vivo e em constante mudança.
As alterações climáticas, já previstas por Geólogos, que nos transmitiram o que já tinham cientificamente comprovado na Paleogeologia, Paleografia, Mineralogia, estatigrafia, e outras divisões da Geologia, e que é pura e simplesmente que os polos magnéticos vão mudando de milhares em muilhares de anos, que o clima muda, que o Gelo e o Degelo são ciclicos, que o Mar avança e recua e leva milhões de anos a produzir essas alterações  e que tais mudanças têm implicação em todos os seres vivos do Planeta Terra e que essas mudanças ficam gravadas nas rochas, nos minerais que as compõem e também nas camadas estatigráficas.
Resultado de imagem para PLANETA VISTO DO ESPAÇO
Mas os Seres Humanos preferem ignorar ou esquecer, tal como no Complexo de Savonarola, o Padre dominicano que dizia aos Reis o que ia acontecer no futuro e dizia... escutai-me "de modo a que não digam que eu não vos tinha avisado".
Tudo no Planeta está interligado, e tal como no efeito borboleta, umas coisas desencadeiam e originam outras, e uma vez começado, lamentamos mas já não dá para voltar atrás, poderá, isso sim, ser atrasado, mas é inexorável a marcha do tempo e dos acontecimentos.
Podem os Seres Humanos, atenuar as consequências, prevenir, recalcular as probabilidades, recuar nos terrenos para locais mais seguros, mas o que era não volta a ser, a não ser daqui a milhões de anos.
Resultado de imagem para pLANETA
As mudanças que estão a ocorrer no Planeta, não são portanto novidade, algo que o Ser Humano já não soubesse que ia acontecer, é o advento da inevitabilidade.
A novidade aqui, e que tem de ser equacionada, é que a acção artificial do Ser Humano, terá contribuído para percipitar esses acontecimentos.
Acontecimentos esses que vistos à escala de milhões de anos, terão acontecido 1000 ou 2000 anos (salvo as devidas distâncias) mais cedo do que o que se estava à espera.
Só que, e esse é o verdadeiro problema, a antecipação do Degelo, as consequentes alterações climáticas, as catástrofes ambientais, as secas, os grandes incêndios florestais cada vez mais frequentes, as cheias, os ciclones, os tufões, que cada vez são mais frequentes e aparecem em locais onde o Ser Humano nunca houvera ouvir falar deles, nem para tal estava preparado. Sim esse é o verdadeiro problema, fomos avisados e não nos preparámos, e não nos estamos a preparar, e temos a velha atitude, está a acontecer aos outros não nos vai acontecer a nós.
Mas isto que acontece aos outros, temo Efeito Borboleta associado.
Aliás bem vistas as coisas, nós humanos, não temos a tendência para pensar na espécie como um todo, um grupo que deiva ser coeso, trabalhar para os mesmos ideais, e para o mesmo objectivo, que é garantir a sobrevivência da nossa espécie no Planeta Terra, e nunca olvidando, que se quisermos garantir a nossa sobrevivência, temos de garantir a sobrevivência das outras espécies.
Resultado de imagem para CATÁSTROFE AMBIENTAL
É que afinal,nós vivemos numa SIMBIOSE INVISÍVEL, mas que é real e que nunca ninguém dá muita atenção. 
Não garantir a sobrevivência, de todas as espécies, é dupla e simplesmente estúpido e suicida.
Já estavam cá seres vivos antes do Ser Humano, povoar a Terra, ou seja antes do Ser Humano ter evoluído para aquilo que é hoje, não respeitar e não conviver simbióticamente com essas espécies, é não só ignorar o passado, mas principalmente hipotecar as hipóteses da sobre vivência de todos no futuro.
Resultado de imagem para SIMBIOSE
Estamos e vamos continuar a sofrer as agruras que nos provocam as mudanças climáticas. De nada vale culpar o Fulano A, B ou C, ou o país D, E ou F. Fomos todos nós que contribuímos para isso, uns mais, outros menos... e não se esqueçam só conseguimos adiantar os acontecimentos em 1.000 ou 2.000 anos, porque eles eram inevitáveis.
Mas fomos nós e o nosso progresso mal orientado, que conduzimos a tal.
Poderíamos ter já saído para o Espaço Sideral, ter ido à procura de outros Planetas, inclusivé Colonizá-los, mas preferimos matar a galinha dos ovos de ouro que são os recursos do nosso Planeta  e espalhar as entranhas poluíndo mortalmente o local onde comemos, vivemos, dormimos e convivemos.
Na verdade somos tanto capazes de ser bestiais, como simultaneamente somos capzes de ser bestas.
Somos capzes de fazer e de desfazer, mas, infelizmente o equilibrio aqui não abunda, e a parte do desfazer está a pesar cada vez mais, e a desiquilibrar assustadoramente os braços da balança.
Convenhamos e sejamos sinceros, só uma espécie estúpida, que não mede as consequências dos seus actos, que não tem um planeamento coerente com a vida do seu Planeta, é que faria o que nós estamos a fazer.
É que o mais irritante e parvo disto tudo é que ainda nos vangloriamos, e parece que andamos cegos, não vendo que a urgência da reversão da nossa atitude.
Mas tenham esperança, uma mensagem positiva fica disto tudo, é que como tudo é ciclico, continuemos a cantar a grande canção da Indiferença, pois daqui a Milhões de anos tudo voltará ao normal.
Sim, há que pensar positivo.
Resultado de imagem para PLANETA VISTO DO ESPAÇO
A BRIGADA TENTA DEIXAR O PLANETA MELHOR DO QUE O ENCONTROU, MAS TEM A CONSIÊNCIA QUE ÀS VEZES É INCONSCIENTE...E TAMBÉM PREJUDICA.
  The Great Song Of Indifference
Bob Geldof
I don't mind if you go
I don't mind if you take it slow
I don't mind if you say yes or no
I don't mind at all
I don't care if you live or die
Couldn't care less if you laugh or cry
I don't mind if you crash or fly
I don't mind at all
I don't mind if you come or go
I don't mind if you say no
Couldn't care less, baby let it flow
'Cause I don't care at all
Na na na-na-na...
I don't care if you sink or swim
Lock me out or let me in
Where I'm going or where I've been
I don't mind at all
I don't mind if the government falls
Implements more futile laws
I don't care if the nation stalls
And I don't care at all
I don't care if they tear down trees
I don't feel the hotter breeze
Sink in dust in dying seas
And I don't care at all
Na na na-na-na...
I don't mind if culture crumbles
I don't mind if religion stumbles
I can't hear the speakers mumble
And I don't mind at all
I don't care if the third world fries
It's hotter there, I'm not surprised
Baby, I can watch whole nations die
And I don't care at all
I don't mind, I don't mind, I don't mind, I don't mind,
I don't mind, I don't mind
I don't mind at all
Na na na-na-na...
I don't mind about people's fears
Authority no longer hears
Send a social engineer
And I don't mind at all