As minhas cachadas no Geocaching

Profile for jpngi

quarta-feira, 19 de dezembro de 2007

Quantos centímetros são precisos para fazer um METRO?

Caros Bloguistas Militantes

Hoje é um dia feliz para as actividades sub-aquáticas e subterrâneas.

Finalmente, 10 ministros e 17anos depois de ter sido anunciado, ou se quiserem 10 anos depois de ter começado a ser construído, verificámos que já não se fazem mais malandros como antigamente... perdão ministros... era ministros o que eu queria dizer.

Foi hoje solenemente inaugurado o Tubo da Água, mais caro do mundo.... oh perdão, queria dizer que foram hoje solenemente inauguradas as estações de Metro de Santa Apolónia e Terreiro do Paço.... hoje as teclas do pc estão a saltar de lugar e não param quietas, e depois engano-me a escrever.

Sim, as tais estações que eram para estar prontas e secas há pelo 7 anos, e que molhadas ou melhor húmidas estão 10 anos depois do previsto.

Demorou tanto tempo a fazer que é razão para perguntar: Quantos centímetros são precisos para fazer um METRO? e uma CRIL?

A derrapagem orçamental foi só de 40%, segundo um dos malandros responsáveis, lá estão outra vez as teclas... segundo o ministro da tutela, com argumentos aceitáveis e razoáveis, e o dobro segundo as televisões, que não tiveram em conta os parâmetros do nosso malandro, eu acreditei no nosso malandro e não nas televisões... ministor daqui a pouco mudo de pc, por este só andar a dizer verdades...

O certo é que ficámos com duas estações, novinhas debaixo das águas do Rio Tejo, já tínhamos uma a do Cais do Sodré,portanto agora temos 3.

Indo ao princípio da história e analisando-a geologicamente, quando a "bronca" da estação se deu, em que meteu água, soube-se logo que isso aconteceu, porque tecnicamente os engenheiros não mandaram escavar a rocha mãe que é impermeável logo não porosa (porque se fosse porosa não existiria rio ou então o caudal era infinitamente menor, porque a água escaparia por baixo ou seja infiltrava-se).

Os senhores engenheiros mandaram escavar e colocar o túnel a meio do leito entre a rocha mãe e a base do rio, esqueceram o básico, que aquele terreno foi conquistado ao rio e é um aterro.

Porque é que isto aconteceu? Porque das duas uma, ou os engenheiros foram subservientes ao malandro... o político que meteu o bedelho na técnica, ou não sabiam o que andavam a fazer.

O certo é que o empreiteiro da obra, foi multado, se não estou em erro em 1 milhão de contos, e devido a um erro administrativo, não pagou a multa, claro que quem administrativamente errou não sofreu consequências... tal como o fisco deve ter-se desculpado com a informática.

O empreiteiro, esse foi compensado com outra obra do metro, por ordem do malandro... quero dizer do responsável da tutela (raios partam o pc não deixa passar uma), ou seja, uma empresa para a qual não existiam técnicos habilitados ou competentes, foi agraciada com outra obra do metro (se não estou em erro o troço de Odivelas), tendo sido preteridos os empreiteiros competentes, enfim é a lei das compensações portuguesas... nada que já não estejamos habituados.

Verificou-se uma nítida má planificação da obra, que é o que dá, certos engenheiros faltarem às aulas de Geologia Básica, as piadas fáceis que eu podia fazer agora nas não faço...

Recuemos um pouco no tempo e nos pressupostos da obra, quando foi idealizada a EXPO98, a CRIL e as Estações do Terreiro do Paço e Santa Apolónia, faziam parte das obras do pack EXPO98.

A CRIL faria a ligação automóvel pela superfície etre Algés e a EXPO98, e o metro a ligação subterrânea, com a possibilidade se houvesse tempo, de ir por Xabregas, Poço do Bispo e ligar à linha vermelha, isto se houvesse tempo... pois "tá-se" mesmo a ver... não está?

Quer dizer agora tem todo o tempo do mundo, planeamentos à malandro... e lá estão as teclas outra vez... à político...

A CRIL como sabemos ainda não está pronta e só o sub-lanço final foi adjudicado este ano, finalmente, as estações ficaram prontas e operacionais hoje, esperemos que a CRIL fique pronta a tempo da próxima EXPO, que ainda nos vamos candidatar.

Mas o quê? Vocês julgavam que aquelas obras eram para a EXPO98?

Nada disso, nós somos um povo visionário, de futuro, estas obras não estão atrasadas nem nunca estiveram, estão adiantas para a próxima EXPO, isto já está tudo previsto.

Este engano temporal, deveu-se à inveja dos tipos responsáveis pelo Pavilhão do Futuro, que por pura inveja lançaram boatos, pois por conceberem a ideia que íamos ter um metro sub-aquático (o primeiro do mundo) e que este tirava a concorrência ao pavilhão mais visitado da Expo, lançaram este boato que as estações já eram para estar prontas.

Os operários enervaram-se, julgando que era verdade, e querendo manter a sua reputação, tiveram aquele deslize, pois "depressa e bem não há quem", mas felizmente tudo se resolveu, e ir às estações agora ou á Disney é quase a mesma coisa, e o bilhete é mais barato e nós temos a possibilidade de sair de lá encharcados.

O túnel mete água... ok não dramatizemos.. digamos que é talvez um pouco húmido, e façamos dos problemas uma solução.

O que vocês não sabem, e isto foi escondido, bem ao estilo dos malandros... lá estão as teclas... ao estilo ministerial, para nos fazer uma surpresa, mais um anúncio mais uma corrida, mais uma viagem, é que o túnel meteu água de propósito.

De propósito?- perguntam vocês espantados e boquiabertos.

Sim de propósito. Foi a pedido da marinha e da invejosa da presidente da câmara de Almada, que foi feito secretamente uma transvia para o arsenal do Alfeite, com o intuito de ligar subterrâneamente a cidade de Almada à Capital.

Ah, pois é! Ou vocês julgavam que o Estado gastava assim dinheiro, logo o dobro, por dá cá aquela palha, inultimente? Em Portugal?

Não,claro que não. Nunca na vida!

Porque é que julgam, que o Paulo Portas, comprou os submarinos novos? Porque é que julgam que o Paulo Portas mandou digitalizar aqueles documentos todos?

Os documentos digitalizados, são as plantas de emergência que são para distribuir pelos bombeiros e que eles queixavam-se que não tinham (pois claro o Portas ainda não os tinha digitalizado), o Portas queria ser o herói e dizer tenho-os aqui uma cópia para cada um (pronto este mistério está explicado).

Quanto aos submarinos, Caros Bloguistas Militantes., quanto aos submarinos, com a ânsia que este Estado tem de poupar uns tostões...

Fizeram o seguinte, em tempo de paz, os submarinos, fazem de transportes públicos, e são a transvia submarina da linha Alfeite - Terreiro do Paço, e em tempos de necessidade regressam à sua função.

Bom, mas pelo sim pelo não, e no intuito de ser o troço mais seguro do mundo, o metro tomou algumas precauções, e contratou hospedeiras (também estava previsto a criação de emprego), para darem indicações na "transfega" dos passageiros.

E lá estão as moças, fazendo os gestos de segurança demonstrativos, em que nos indicam:

Em caso de inundação, isso quer dizer que é um desdobramento para a transvia do Alfeite, como podem ver esta carruagem tem 6 saídas, num dos lados acoplará um submarino para fazer a transfega, devem vestir por questões de segurança o colete salva-vidas, quando se der a inundação (e não despressurização, como nos aviões) cairão os respiradores, que colocarão na vossa cara.

Os senhores passageiros que não tenham tirado bilhete para a transvia do Alfeite ou só possuam o passe social L, em cada 4 bancos, existem barbatanas e uma jangada salva-vidas, para se poderem apear.

Resta-nos pois a Baixa Pombalina, que sofreu e vai sofrer com esta estação de metro, pois ela faz tampão entre as ruas e o rio, e assim as águas subterrâneas da baixa não vão conseguir escoar nem ser alimentadas pelo rio.

Ora como a Baixa, está sustentada por estacas de pinho, que precisam de estar permanentemente húmidas para não secarem e apodrecer, vamos aguardar a ver o que isto dá.

O certo é que a Baixa já está e vai continuar a afundar, como já está a acontecer com alguns edifícios, como é o caso do edifício do BCP.

Não, não me estou a referir ao caso do afundamento da Direcção, aencarregaram-se o Sr. Jardim Gonçalves e o Sr. JO ... masestou-me a referir ao prédio onde a Sede do BCP está instalada, que se tem vindo a afundar, qual torre de piza.

São danos colaterais subterrâneos dos progresso.

Mas o que é isso comparado com o primeiro metro sub-aquático do mundo?

Vai ser seguro andar de metro, ah pois vai.

Olaré

Homenagem Ao Malandro - Chico Buarque

Eu fui fazer um samba em homenagem
à nata da malandragem, que conheço de outros
carnavais.
Eu fui à Lapa e perdi a viagem,
que aquela tal malandragem não existe mais.
Agora já não é normal, o que dá de malandro
regular profissional, malandro com o aparato de malandro oficial,
malandro candidato a malandro federal,
malandro com retrato na coluna social;
malandro com contrato, com gravata e capital, que nunca se dá mal.
Mas o malandro para valer, não espalha,
aposentou a navalha, tem mulher e filho e tralha e tal.
Dizem as más línguas que ele até trabalha,
Mora lá longe chacoalha, no trem da central

Ele há cargas fantásticas, não há? Mas quando formos para a brigada, não vamos de metro.

1 comentário:

Davi Reis disse...

100 centímetros? Acertei?

:)

Adicionei a Carga aos links do Caderno de Corda. Agora vou estar mais atento às incursões ferinas da cavalaria.

Um abraço fraterno